A Importância do Controle Parasitário

13/03/2015
Vet&Cia

Contando com um rebanho bovino de aproximadamente 200 milhões de cabeças, o Brasil apresenta grande destaque na cadeia agroindustrial, tanto para o abastecimento do mercado interno como na exportação.

O controle dos parasitas em bovinos é um importante fator na produção, uma vez que causam grandes perdas econômicas devido a quedas de produtividade, com retardo nas idades de abate e reprodutiva, transmissão de patógenos, alta morbidade, podendo ocasionar, até mesmo, a morte em alguns animais, o que diminui significativamente a rentabilidade pecuária.

Estudos, considerando-se o número total de animais em risco e os efeitos negativos do parasitismo sobre a produtividade foram feitos para se estimar as perdas potenciais anuais. Parasitas relevantes que afetam o bem-estar do gado e a produtividade no Brasil e seu impacto econômico em dólares incluem: nematódeos gastrintestinais - US$ 7,11 bilhões; carrapato bovino (Rhipicephalus (Boophilus) microplus) - US$ 3,24 bilhões; mosca-dos-chifres (Haematobia irritans) - US$ 2,56 bilhões; berne (Dermatobia hominis) - US$ 0,38 bilhões; mosca-da-bicheira (Cochliomyia hominivorax) - US$ 0,34 bilhões; e a mosca-dos-estábulos (Stomoxys calcitrans) - US$ 0,34 bilhões. A perda econômica anual [...]

Visualize o artigo completo em PDF.

mais artigos | página inicial